Oração da Felicidade

Não chore pelo que você perdeu,
lute pelo que você tem.
Não chore pelo que está morto,
lute por aquilo que nasceu em você.
Não chore por quem te abandonou, lute por quem está a teu lado.
Não chore por quem te odeia,
lute por quem te faz feliz.
Não chore pelo teu passado,
lute pelo teu presente.
Não chore pelo teu sofrimento,
lute pela sua felicidade.
Não é fácil ser feliz, temos que abrir mão de várias coisas,
fazer escolhas e ter coragem de assumir ônus e bônus para ser feliz.
Com o tempo vamos aprendendo que nada é impossível de solucionar, apenas siga adiante com quem quer e luta para estar com você.
Se engana quem acha que a riqueza e o status atraem a inveja… As pessoas invejam mesmo é o sorriso fácil, a luz própria, a felicidade simples e sincera e a paz interior…

Papa Francisco

Esperar e enxergar com fé.

esperareolhar.jpg“A fé é a certeza das coisas que nós não estamos vendo fisicamente, mas que temos certeza que acontecerá”
(Hb 11,1)

Quem é solteiro sabe, nem todos os dias é bom estar assim…

Moças e rapazes cristãos sabem também, que o que vale a pena possuir; vale a pena esperar.

Mas falemos francamente, como é difícil esperar algo que desejamos possuir! Só em Deus e confiando n’Ele para irmos passando os altos e baixos dessa espera valiosa. Tenho amigos casados (meus afilhados, diga-se de passagem…) que me fazem ver o quanto se tem a ganhar em não agir, ou escolher precipitadamente. Assim, tento levar minha espera ao longo desses quase 3 anos na prática…

Como assim na prática? Bom é que antes desses três anos eu tinha mania de fazer minhas tentativas com rapazes que conhecia as vezes dos meus meios de convívio.  E tudo para não dar certo e sofrer porque não deu certo.. aí fui aprendendo que de nada adianta passar o carro na frente dos bois, escolher por essa ou aquela conveniência ou ah, só tentar né?   Ficaram marcas em mim, que só Jesus e o tempo poderão curar.

Mas enfim, diante dessas consequências das minhas escolhas (e Deus não tem nada com isso), eu decidi parar e recomeçar; fui ler vários títulos católicos sobre afetividade e sexualidade, namoro, relacionamentos; (porque não adianta nada esperar tipo namoradeira na janela, viu?) saí do deserto e retomei a caminhada (isso dá um post..) e agora parece que entro numa etapa que posso chamar de enxergar com fé.

Quer dizer que antes eu não enxergava com fé? Não exatamente, mas sim. Sim e não…Rs. É que assim, sempre tive (e tenho) fé de que Deus faz e fará tudo o que promete, a mim e a todos nós.

A questão é que eu não enxergava corretamente…

“Porém o Senhor disse a Samuel: […]; porque o Senhor  não vê como vê o homem. Pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o Senhor olha  para o coração.”  1 Samuel 16, 7

E eu ligo esses versículos a dois comentários que amigas me fizeram em alguns momentos de completo humana-miséria angustia na espera: 1. Você tem medo que Deus te surpreenda! (verdade,tinha) e 2. Tem certeza que tá de olhos abertos?  (é…precisei orar e abrir os olhos).  Vai daí, que diante de orações, dos questionamentos das minhas amigas, das respostas de Deus…

Passo a enxergar com os olhos da fé e confiante: o que eu não sei, Deus sabe; o que não vejo, Deus vê e o futuro a Ele pertence. Ele não falha e vai proporcionar o que preciso, não simplesmente, o que quero.  #ohDeusmaravilhoso #Jesuseuconfioemvós #Mariaabreportasecaminhos

Vamos falar do quê vamos falar…

máquina

Sempre amei escrever. Tive vários blogs que fui apagando, diários que fui me desfazendo, textos e poesias que tenho guardado.

Meu nome é Deborah, tenho 30 anos (ok, eu sei não parece! rs e que continue assim..) sou bacharel em administração de empresas e exerço minha formação profissional em um ateliê de carinho e detalhes artesanais, na minha casa em parceria com minha mãe; aliás moro com ela e minha irmã mais nova bem pertinho dos meu avós maternos em Contagem (região metropolitana de Belo Horizonte); mas também concilio meu tempo com meu pai que atualmente mora em Congonhas aqui em Minas Gerais.

Nesse blog quero falar sobre família, cinema, fases da vida; mas principalmente sobre fé. Sou cristã católica e mariana; quero falar sobre minha experiência com Deus , minha constante conversão, sobre orações, santos e santas e também sobre algumas particularidades femininas.

Feitas as apresentações, vamos falar…